"Meu Nome é Milagre! Muito prazer!!"

Categoria: Notícias Criado: Segunda, 12 Outubro 2015 09:22

henri e luca1

No dia 22 de agosto de 2015, uma mensagem via mídias sociais, encheu nossos corações de apreensão. Nosso primeiro ancião da área jovem, Dr. Fabiano Luz, lançava seu clamor e convocava a igreja a orar pelos seus gêmeos, Henri e Luca, de apenas 2 mêses. Seus bebês encontravam-se internados, sendo que o Luca (carequinha, como o pai o identifica), estava na UTI. A despeito do quadro grave de pneumonia bacteriana, a tenra idade dos meninos, era ainda mais preocupante. Ser médico, numa hora dessas é uma faca de dois gumes, pois envolve a oportunidade de estar presente e saber tudo que está acontecendo realmente, mas também envolve a tensão de estar presente e saber tudo o que realmente está acontecendo. É difícil imaginar o que nossos queridos, Gi e Fabiano, sofreram com este episódeo.

Em poucos minutos após a mensagem que nos convocava a orar pelos meninos ser postada nas redes, ela já havia sido compartilhada para pessoas de todo o mundo. As oracões pelos pequenos gêmeos Luz, estavam acontecendo pelos quatro cantos do planeta e a esperança pode ser sentida a cada dia. 

Nos dias que se seguiram, o Dr. Fabiano expressou sua fé e deu notícias de seus bebês começando com a frase: "Meu Nome é Milagre! Muito prazer!!". Muitos de nós já havíamos visto nosso Droutor oficial de acampamentos e afins em ação, atendendo, certa vez, a quase metade dos participantes de um acampamento de verão, que contrairam uma virose. A cada paciente, um sorriso, cuidados e uma oração. Mas desta vez, ver sua gratidão e esperança diante de um corte na própria carne, foi ainda mais impressionante, pois o Luca continuava na UTI e o Henri seguia internado também. 

No dia 27, recebemos um boletim médico/pai:

"Depois de ver por 7 dias na UTI nosso filho, sedado em coma induzido, em ventilação assistida, pulmão fechado dos 2 lados por bronquíolite por VSR tipo B, com pneumonia bacteriana associada bilateral (atelectasia bilateral e pulmão de SARA, síndrome da angustia respiratória aguda) com Arritimias cardíacas (pulso maior que 180 e depois menor 60 bpm) pressão baixa menor que6/4 (hipotensão 60 / 40 mmhhg), precisando de drogas vaso ativas através de um Cateter venoso central que ia direto ao coração levando antibióticos e drogas super potentes, e sessões intérminaveis de fisioterapia respiratória de onde saíam muita secreção pulmonar e pra fechar a fatura , o irmãozinho internou logo em seguida , menos grave , porém não menos preocupados de velo aqui na UTI..." 

Confesso não ter entendido mais da metade do que foi dito, mas o mais importante todos nós entendemos: "...damos graças ao Senhor pelo livramento"

No dia 28 de agosto, 8 dias após a internação do Lucca, ambos os bebês, estavam indo para casa. Semanas depois, encontrei com a Gisele e com o Fabiano nos corredores da Central Paulistana, ambos sorriam, como sempre sorriem, o tempo todo eles sorriem. As notícias eram excelentes, eles haviam presenciado um milagre sem precedentes. Médico nenhum faria pelo pequeno Luca o que o Pai Celeste fez. 

Ontem, dia 10 de outubro, assistimos emocionados, os cinco integrantes da família adentrarem a igreja pela porta central. Eles vinham adorar. Pais e irmão mais velho, Marco Beni, estavam dedicando ao Senhor aquilo que já pertencia a Ele. As vidas dos pequenos gêmeos Luz.

Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.
Mateus 7:7,8

.

Compartilhe este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter